A Orquestra

O Projecto

A Orquestra Sem Fronteiras existe para apoiar e fixar o talento jovem no interior do país, combatendo o abandono do ensino da música e premiando o mérito académico.

Também existimos para espalhar o acesso à cultura, e para isso apresentamo-nos em dezenas de localidades do interior raiano, oferecendo concertos gratuitos, ensaios abertos e acções de pedagogia e introdução à música às populações locais.

Por último, queremos promover os valores de cooperação e integração trans-fronteiriça, e combinamos lado a lado músicos portugueses e espanhóis, numa programação que estará representada de ambos os lados da fronteira.

No seu todo, este é um projecto que tem como matriz a criação de oportunidades de participação e fruição cultural, fortalecendo o ecossistema social, económico e cultural do nosso país e contribuindo para a diminuição das assimetrias geográficas.

Para conhecer o alcance do nosso trabalho em números, descarregue o Relatório de Impacto 2019-2020, referente ao primeiro ano de existência da OSF, ou o Relatório Semestral de Janeiro-Julho 2021, para conhecer a actividade que desenvolvemos no primeiro semestre de 2021.

A Orquestra

Como Participar

A seleção e apuramento dos músicos da OSF faz-se de duas formas, partindo do pressuposto que sejam naturais do interior ou aí tenham residência:

  • para os alunos de Conservatórios ou Escolas Profissionais, enquanto estabelecimentos de ensino onde há uma tutela directa dos docentes sobre os alunos, e onde estes são geralmente menores de idade, após contacto por parte da OSF, cada escola propõe os alunos cujo corpo docente entendeu mais meritórios de integrar cada projecto específico;
  • para os alunos do ensino superior, enquanto maiores de idade e detentores do direito à livre associação, a OSF encoraja e está disponível para a qualquer momento receber e registar audições digitais, devendo para isso ser enviado um contacto para info@osf.pt;
  • todos os jovens músicos naturais e/ou residentes no interior cujos estudos tenham sido concluídos ou interrompidos são também encorajados a entrar em contacto connosco, sendo igualmente possível a sua incorporação na programação da orquestra.

Critérios

Privilegia-se um critério de rotatividade, de forma a poder abranger com o nosso apoio o máximo de alunos possível. Por esta razão, os alunos participantes num determinado projecto poderão ter de ficar de fora nos seguintes, por forma a integrarmos novos músicos.

Para participar num projecto, é necessária a leitura e aceitação do nosso Regulamento, assim como uma comunicação eficiente com a OSF e, em casos aplicáveis, com a escola em questão.

A Orquestra

Quem Somos