A Orquestra Sem Fronteiras (OSF) apresenta desde em 2021 um programa anual de residências em música de câmara. Na primeira edição, foram seleccionados os agrupamentos Quartz Quintet e Quarteto Intemporal, sendo que em 2022 foi seleccionado o Quinteto ALMA, que ao abrigo deste programa se apresentou por dez vezes e beneficiou de uma masterclass com Paul Wakabayashi.

Esta iniciativa serve o intuito de diversificar a oferta musical da OSF, alcançar uma descentralização mais profunda em território nacional e, ao mesmo tempo, apoiar o talento de agrupamentos de música de câmara jovens, proporcionando-lhes uma experiência profissional regular, complementada com um elemento de formação.

As candidaturas para 2023 encontram-se concluídas, sendo o agrupamento vencedor anunciado durante o mês de Janeiro.