Terra a Terra – 3ª Edição 

Agindo nos territórios do interior, a Orquestra Sem Fronteiras tem como missão diminuir as desigualdades de acesso e participação cultural através da música.

O programa Terra a Terra nasce com o objectivo de reforçar a visão de uma sociedade mais justa e coesa e convoca as melhores ideias vindas de jovens músicos entre os 18 e os 30 anos, com ligação a estes territórios, consciência social e iniciativa de promover o acesso à arte e experiências co-criativas. Nesta edição, o/a participante será apoiado durante 12 meses, recebendo 450€ mensalmente.

A terceira edição do Terra a Terra foi, inicialmente, projectada em colaboração com o projecto LAR – Love and Respect Project, para ser desenvolvida em Ima, no distrito da Guarda, mas está actualmente a ser implementado em Arganil, através do projecto de música comunitário MINHA – Música Interventiva como Nunca Houve em Arganil. 

Este projecto dirige-se, principalmente, aos jovens desta região, procurando minimizar o potencial de exclusão social e a adopção de comportamentos de risco, ao  providenciar um espaço seguro e criativo onde possam adquirir e/ou desenvolver ferramentas de criação musical e expressão artística através do som e da música (nomeadamente por meio de ferramentas acessíveis e da produção de música eletrónica). Numa segunda fase, o projecto irá estender a possibilidade de participação à comunidade alargada. 

De Março a Novembro de 2023, terão lugar oficinas quinzenais, onde se pretende que os participantes vejam valorizada a expressão individual de cada um, explorem a construção positiva da sua identidade (assente nas suas forças, vontades e motivações), ao mesmo tempo que reflectem sobre e procuram o seu sentido de pertença à região e à comunidade. 

Assim, este projecto comunitário visa empoderar os jovens enquanto parte activa e importante da vida na comunidade, com vista à aquisição de competências de comunicação positiva e à partilha inter-geracional. No final da experiência, o resultado da mesma poderá ser conhecido através de um concerto na região, de registo áudio do mesmo, e/ou outras iniciativas que surjam a partir do trabalho e da vontade do grupo.

Para mais informações entra em contacto com info@osf.pt.