A OSF irá implementar em 2022 o seu primeiro programa de laboratórios de escuta criativa na Escola da Zebreira, numa parceria com o agrupamento de escolas José Silvestre Ribeiro de Idanha-a-Nova.

Estes laboratórios serão um espaço para a experimentação e compreensão da música enquanto linguagem viva, capaz de transmitir significados e emoções através de sons. Qualquer som ou género de música, da popular à clássica, encerra em si uma quantidade infinita de possibilidades que se podem descodificar e fruir através de processos de estímulo à imaginação e ao pensamento criativo.

Ao longo do ano, dois grupos de crianças de 1.° ciclo irão participar em sessões de escuta e de experiências musicais imersivas e co-criativas. Trata-se de um projecto pedagógico de contacto directo com a comunidade, baseado no princípio de que uma relação com a música é mais plena e profunda quando o conhecimento é motivado pela intuição e curiosidade da criança, pela experiência do contacto directo com a arte e a sua presença efectiva no seu quotidiano.

Nos laboratórios de escuta criativa estabelecem-se as bases para uma relação duradoura de contacto e interesse pela música e outras expressões artísticas, abandonando a ideia de que a música é uma disciplina inacessível ou codificada e abrindo-se à curiosidade e imaginação de qualquer criança.